Como Avaliar o Engajamento no seu Site

O Google Analytics é uma excelente ferramenta para acompanhar o desempenho do seu site em diversos aspectos: número de acessos, palavras-chave que mais atraem visitas, sites que mandam links direto para você etc. Porém, falta um dado de extrema importância: medir o engajamento do público.

Por que o Analytics não calcula isso? É simples, porque o que significa engajamento para um blog não é o mesmo que para uma loja online. O Google não poderia criar uma equação para calcular o quanto seu site permite a interação dos leitores sem saber exatamente o que você considera um bom resultado.

No entanto, ao analisar o comportamento dos usuários por outros valores, você pode ter uma boa ideia de como anda o engajamento. E, para você que tem dúvidas sobre como usar o Google Analytics para esses casos, montamos um guia-ninja especial!

 
Analisando a taxa de rejeição

Essa métrica do site mostra o número de pessoas que o abandonaram depois de terem aberto uma única pagininha. Ou seja, entraram no resultado de pesquisa e logo saíram, sem explorar mais nenhuma seção. Parece horrível, né? E pode ser. Pode indicar que não era aquilo que as pessoas procuravam, que não acharam o que queriam. Mas, como dissemos, tudo depende do que trata o seu site. Se ele traz soluções de dúvidas, do tipo “como publicar um vídeo no Facebook”, significa que o usuário entrou, achou a solução e pronto: deu certo! (tudo depende, grave isso)

Se quiser se aprofundar sobre os motivos da taxa de rejeição, em nossa pasta de infográficos no Pinterest tem um infográfico bem detalhado, sobre o tema

 

 

Profundidade da navegação

O “page depth”(profundidade de navegação) é um dado que analisa quantas páginas os usuários visitam para além da primeira. Ou seja, depois de chegar ao seu site, o público continua (ou não) a explorá-lo, procurando mais informação e conteúdo.

Se você perceber que a profundidade de navegação no seu site não está boa e os visitantes acabam abandonando-o depois de poucas páginas, é bom dar uma olhada no design da sua página inicial e na facilidade de navegação do site. Se ele for confuso, não tiver indicações certas de onde achar mais conteúdo, o usuário vai perder a vontade mesmo. Outro fator importante são os links. Você tem links levando a outras páginas do seu site mesmo? Incentiva os visitantes a clicarem neles? Todos esses pontos podem ajudar na profundidade de navegação.

Isso, é claro, se ela for importante para o seu site. Caso seja uma loja online, é bom saber que as pessoas estão olhando mais produtos e, talvez, achem mais itens que as interessem em uma mesma visita! Além disso, se você descobrir alguma página que é acessada com mais frequência do que as outras, aproveite para colocar nela as informações mais importantes também.

 

Visitantes Novos x Recorrentes

Uma boa forma de analisar seu site e ver se ele está sendo útil para os internautas é ver a taxa de retorno do site. Quanto mais pessoas voltarem, melhor. E uma maneira de calcular isso é dividindo o número de retornos pelo número total de visitas. Assim, você chega a uma porcentagem e, se ela for de 30% ou mais, provavelmente o seu conteúdo está gerando muito engajamento!

Ainda dentro dessa métrica, é interessante analisar a frequência com que aquelas pessoas voltaram ao site e também, quanto tempo já se passou desde a última visita. Você começa a entender melhor o comportamento delas e a pensar em novas estratégias para continuar recebendo atenção e, também, para aumentar as visitas.

Duração da Sessão

Com essa outra métrica do site, você sabe quanto tempo as pessoas costumam ficar lendo o seu conteúdo. Se você tem um blog onde publica posts longos, tomara que as pessoas passem bastante tempo lá, pois significa que estão lendo tudo! Porém, se você tiver um site de perguntas e respostas, os usuários não precisam ficar muito tempo lá para demonstrarem que o acharam útil. Por exemplo, um dicionário: a pessoa entra, lê o verbete e pronto.

Além disso, uma série de outros fatores pode interferir nessa métrica. De repente, o internauta acessou seu site enquanto esperava um vídeo do Youtube carregar. O vídeo ficou disponível e ele foi assistir. Depois, viu o link para um novo vídeo interessante. Em seguida, foi buscar um pedaço de pizza na geladeira… Ou seja, como é possível abrir várias páginas de navegação ao mesmo tempo, as pessoas não precisam fechar tudo o que já não estão vendo mais. Às vezes, a página fica aberta, mas sem engajamento. Por isso, não confie demais nessa métrica.

 

Tempo de Sessão x Visualizações de Páginas

Mais uma situação em que tudo depende do objetivo do seu site. Se for um portal de informações com textos longos, não há problema em ter menos visualizações de página, porém com tempos de sessão mais longos. Significa que as pessoas pararam para ler o conteúdo. No entanto, se seu site tiver uma estratégia de monetização de anúncios, vai ser muito mais importante, para você, um alto número de visualizações do que um grande tempo gasto no site.

Porém, sempre lembrando: o tempo de sessão não é a medida mais confiável!

Formulários de Contato

Existem três tipos de contato através um site: comentários, inscrições para receber novidades (por e-mail, por exemplo) e o formulário de contato em si, aquele pelo qual a pessoa manda uma mensagem direta com uma dúvida ou sugestão. A atividade em qualquer um deles é uma boa forma de medir o engajamento. Se as pessoas estão dedicando um pouco de tempo para falar com você, seu conteúdo é interessante o suficiente. Porém, preste atenção no tipo de contato que você prefere. Se seu objetivo é que os visitantes se inscrevam na newsletter, não deixe o link escondido na última página. Ou, se você preferir comentários, habilite-os em todas as postagens.

 

 

Picos e quedas no engajamento

Fique sempre atento para os dias ou páginas que mostram um engajamento muito superior a outros. Se você recebeu muito tráfego em um dia, talvez haja um novo site direcionando um link para o seu, ou quem sabe você esteja aparecendo em uma posição melhor nas pesquisas. Se seu conteúdo está sendo mais compartilhado, pode ser porque você escreveu sobre um assunto de grande interesse e isso vai ajudá-lo a definir os próximos textos. Aprenda com esses sucessos para saber repetí-los e aumentar as visitas e engajamento no seu site.

Por outro lado, note também as quedas no engajamento. Elas podem levá-lo a descobrir um título que ficou sem graça, um texto muito longo e confuso ou qualquer outro problema que evitou que você tivesse bons resultados. O que quer que seja, é a hora de aprender com os erros e corrigi-los.

Resumo

Você só vai conseguir ter uma ideia do engajamento no seu site depois que definir o que é engajamento para você. Não existe uma única métrica, nem fórmulas prontas. Depois, acompanhe o desempenho dos diversos dados e procure relacioná-los para entender melhor o comportamento do público.

Por fim: não se estresse! Não há uma forma certeira de avaliar o engajamento e, assim, não deixe de acompanhá-lo, mas não fique obcecado. Ter uma boa noção já é suficiente (e, no final das contas, é tudo o que você pode conseguir).

Tem mais alguma métrica que você acha muito importante para medir o engajamento no seu site? Qual?


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *