O que é Conteúdo Evergreen: Exemplos e Como usar

Se você produz conteúdo para a internet, com certeza está sempre procurando aqueles posts que vão aumentar o número de visitas ao seu site, não é? Uma aposta segura é o conteúdo evergreen. Mas, você sabe o que isso quer dizer?

“Evergreen” é a palavra em inglês para designar plantas com folhagem perene, o que significa que elas nunca perdem suas folhas, em nenhuma estação do ano. O conteúdo evergreen é inspirado nessa permanência, para que você produza posts que sempre serão relevantes para o seu público.

Existem conteúdos que não sobrevivem à passagem do tempo. Se você escrever hoje sobre as últimas tendências da moda, na próxima estação terá de produzir um texto novo. Porém, existem temas que nunca deixam de ser importantes, nunca param de ser procurados e nunca mudam. E eles precisam estar no seu site porque são ótimos para gerar tráfego orgânico.

As vantagens do conteúdo evergreen

 

Os posts evergreen são vantajosos tanto para os produtores de conteúdo quanto para os leitores. Ele é feito apenas uma vez e, depois, fica disponível na web para todos que quiserem consultá-lo. Isso permite aumentar o número de visitas de um site fazendo o trabalho apenas uma vez. Ele já está pronto, mas vai continuar rendendo frutos. Sempre que as pessoas pesquisarem por aquelas palavras-chave, ele pode aparecer.

Já para os leitores, o conteúdo evergreen é importante porque ele geralmente lida com assuntos básicos, fundamentais. Grande parte do conteúdo evergreen é focado em iniciantes de um nicho específico. Ele traz explicações básicas, que não mudam com o tempo e são importantes para os primeiros passos. Por exemplo, posts evergreen de um site sobre culinária seriam “como reconhecer legumes frescos” e “5 passos para congelar alimentos”. Por isso, é importante incluir no post uma explicação inicial detalhada, pois você deve contar que o leitor é leigo no assunto.

Comece a produzir conteúdo evergreen!

Se você está em dúvida sobre como colocar em prática essa estratégia, nós temos alguns exemplos de posts que são ótimos para a produção de conteúdo evergreen:

Tutoriais e “como fazer”: se você tem algo a ensinar cuja técnica provavelmente não vai mudar ao longo do tempo, vá em frente! Um blog sobre decoração, por exemplo, pode produzir conteúdo para ensinar as pessoas a pintarem sozinhas as paredes de casa. Já um canal sobre artesanato pode publicar um vídeo mostrando como fazer enfeites de Natal baratos.

Listas de fontes: você pode compilar uma lista de autoridades e recursos importantes do seu nicho, principalmente se forem fontes consagradas e tiverem muito tempo de existência. Por exemplo, se seu blog fala de cinema, você pode fazer uma lista de sites como o IMDB, que guardam informações sobre os créditos das produções de filmes. Porém, preste atenção: é bom verificar de tempos em tempos se os links ainda continuam valendo. Mas você não vai precisar reescrever o post todo.

Perguntas frequentes: existem questões que sempre aparecem no seu nicho? Você já cansou de responder as mesmas perguntas nos seus comentários? Reúna tudo em um post! Se tantas pessoas têm essas dúvidas (e vêm procurando as respostas constantemente), sua publicação pode ser uma fonte importante para novas pessoas todos os dias.

Definições e glossários: siglas, jargões, nomes técnicos… Informações assim dificilmente mudam. Um site de escalada pode fazer um dicionário dos termos mais usados no esporte. Um blog sobre economia vai ajudar muitas pessoas se publicar uma lista de termos e jargões da área para quem está começando a estudar o assunto.

Não pense que apenas textos podem ser considerados atemporais. Outros formatos que também funcionam para produzir conteúdo evergreen são áudio (podscast), vídeos e infográficos. Pesquise que tipo funciona melhor para o seu público. Por exemplo, textos longos e sem quebras costumam não agradar na internet. Linguagem técnica demais também não ajuda, já que a maior parte do público desse tipo de post, como falamos, é de iniciantes.

 

 

Por fim, não escolha temas genéricos demais. Quanto mais abrangente for o assunto, mais comuns serão as palavras-chave e, assim, mais concorrência você vai ter para gerar tráfego orgânico. Em vez de “como emagrecer”, que tal “10 passos para emagrecer 10 quilos”?

E, muito importante, empregue as técnicas de SEO sempre! Se você quer que seu post seja visto por muito tempo e ajude a aumentar o número de visitas do seu site, ele precisa ser encontrado pelo público. Além disso, não o deixe desaparecer no seu blog, soterrado por publicações mais recentes. Vale adicionar uma seção do tipo “comece por aqui”, reunindo seu conteúdo para iniciantes, ou criar o tópico “Melhores artigos” na barra lateral do site, ou republicá-los em novos formatos. Apenas não deixe serem esquecidos.

Mais alguns cuidados

 

Se você escolher bem o assunto para produzir seu conteúdo evergreen, provavelmente as informações não vão ser muito alteradas. No entanto, pouquíssimas coisas no mundo não mudam absolutamente nada. Assim, lembre-se de revisitar suas postagens e atualizá-las. Será pouco trabalho, mas é possível que sempre exista um detalhe aqui ou ali para mexer.

E divulgue quando atualizar ou expandir um post antigo. Vá até suas redes sociais e relembre o público antigo daquela publicação, além de apresentá-la para os novos seguidores. Redes sociais são algumas das ferramentas menos evergreen que temos, pois são atualizadas constantemente e poucas pessoas voltam para ver conteúdo antigo, mas elas são ótimas para a sua estratégia de divulgação e não devem ser ignoradas.

Apesar de tudo isso, talvez você esteja pensando: mas esses assuntos básicos já foram publicados centenas de vezes. Vão mesmo gerar tráfego orgânico para mim? É verdade, por serem tópicos de fundamentação, esses assuntos podem parecer batidos. O que não significa que você deva dispensar o conteúdo evergreen. O melhor a fazer é dar um novo enfoque para ele, trazendo detalhes que não são de conhecimento geral ou aprofundando ainda mais os temas.

E a última dica é: equilíbrio. Notícias, estatísticas, tendências não são parte do conteúdo evergreen, mas costumam cobrir os assuntos mais quentes do momento. Então, não as deixe de escanteio. Elas podem trazer grande tráfego orgânico para os eu site enquanto estiverem em alta. Um bom conteúdo é formado por novidades e informações que resistem à passagem do tempo. Misture os dois tipos!

 

 

Temos certeza de que o conteúdo evergreen vai aumentar muito o número de visitas do seu site, blog ou canal. E, talvez, você até já tenha produzido posts desse tipo antes de saber que eram chamados assim, não é mesmo? Agora que já sabe o quanto eles são importantes, produza mais e ganhe ainda mais acessos!

Você já começou a produzir conteúdo evergreen? O que seria um post básico e resistente à passagem do tempo no seu nicho? Conte para nós! Compartilhe este texto para ajudar mais produtores de conteúdo a estarem sempre nos resultados de pesquisas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *