Seu Site tem uma Usabilidade Intuitiva?

Você contrata um web designer famoso, cria um site cheio de recursos, imagens e slides e… não vê nenhum resultado nas vendas e contatos. Por quê? Muitas vezes, um site bonito é feito de acordo com os gostos de quem o projetou, mas não pensando na experiência do usuário.

É preciso lembrar que nem todo mundo tem experiência com internet e complicar o acesso vai fazer com que algumas pessoas percam a paciência. Além disso, nem todas fazem parte do seu nicho de mercado, então o vocabulário e conteúdo de um site também devem ser simples. Afinal, o que importa é o público, não? É claro que sim!

Simplicidade e Usabilidade

 

Criar um site funcional e claro é a forma mais certeira de atingir um número maior de clientes. Afinal, nossos concorrentes estão a apenas um clique de distância e, se não soubermos ajudar as pessoas, elas vão procurar quem consiga. Não corra um risco tão fácil de evitar.

A finalidade de um site tem de estar bem clara e óbvia, ninguém deve ficar arrancando os cabelos para descobrir do que se trata a página. Além disso, um bom site deve atrair o público de primeira e ser fácil de navegar. Tudo tem de estar a mão: informações, contato, inscrição na newsletter etc. Essa preocupação com a criação de um site objetivo se chama usabilidade na web.

O que um site funcional tem?

 

Um site útil e agradável deve concentrar alguns princípios básicos de usabilidade na web. E eles são:

  • Conteúdo óbvio: Deixe bem claro sobre o que é seu site. As pessoas devem acessá-lo e já saberem do que se trata. Se levarem um tempo para descobrir o ramo da sua empresa ou que tipo de conteúdo existe na página, elas podem ficar frustradas e simplesmente sair. Faça um teste: peça para um amigo acessar o site por alguns segundos e depois lhe dizer sobre o que era. Ele precisa acertar de primeira!

 

  • Menu visível e conciso: Seu cliente não pode ter que ficar caçando o menu pela página inicial. Ele precisa estar bem destacado e ter apenas as opções mais importantes. Se o seu menu tem muitos botões, ele não é bom. Opções demais fazem as pessoas se perderem. Crie seções maiores e coloque o resto do conteúdo em subpáginas. E tenha só um menu, nada de ter outro espalhado pelo site, isso vai deixá-lo muito complicado.

 

  • Consistência: Se você tem um botão de ação como “Inscreva-se”, mantenha-o igual em todas as páginas. Se ele mudar de cor, formato e até de texto (por exemplo: “Cadastre-se”), o usuário não vai entender que se trata da mesma função. E isso vale para todos os elementos de design. Se um item se repete, ele realmente deve ser igual a cada vez que aparece.

 

  • Links bem identificados: O padrão da internet é que os links sejam destacados em azul e sublinhados. Mas isso é antigo, talvez você queira algo mais moderno no seu site. Tudo bem, mas não mexa demais no time que está ganhando. Os links devem ser fáceis de serem reconhecidos. A cor e o formato devem ser os mesmos, e exclusivos. Não coloque o mesmo visual para links e títulos, por exemplo, se esses títulos não forem clicáveis. E, muito menos, deixe os links da cor do restante do texto.

 

  • Carregamento rápido: Os usuários perdem a paciência se uma página demora muito para ser carregada. Sabemos que 40% dos usuários acabam abandonando um site se ele demorar mais de 3 segundos para abrir e, a cada segundo para carregar, você perde 7% em conversões! Já ficou assustado? Então corre para mudar isso!

 

  • Página inicial acessível: Deixe o caminho para voltar à página inicial fácil e claro. Muitas vezes, os usuários se perdem e acabam usando o botão voltar do navegador, mas, se tiverem que percorrer muitas páginas, podem desistir. O ideal é que todas as páginas do site tenham o link para a Home em um lugar visível.

 

  • Campo de pesquisa: uma grande parte dos internautas segue direto para o campo de pesquisa quando entra em um site. Por isso, disponibilize um e deixe-o bem à mostra. Para quem está com pressa ou não tem paciência de explorar todas as páginas, esse recurso é indispensável.

 

Problemas a evitar!

 

  • Falta de contraste entre o texto e o fundo: Mesmo que você ache que letras pretas em um fundo branco estão muito antiquadas, tente não se desviar muito da norma. Dependendo da combinação, o texto pode sumir por cima do fundo do site ou pode ter um contraste tão ruim que parece “dançar” na tela. Imagina a tontura que isso dá!

 

  • Letras pequenas: Antigamente, o mais comum era usar fonte Arial no tamanho 12, mas, atualmente, com telas maiores e de mais definição, esse número ficou pequeno. Além disso, nas telinhas de smartphones e tablets, é preciso ter uma letra grande para que a leitura seja confortável.

 

  • Excesso de pop-ups: Essa é uma das principais causas de abandono de um site. Os pop-ups atrapalham o uso da página, aparecem sem serem pedidos e forçam um usuário que acabou de chegar a já consumir alguma coisa. Não faça isso. Espere o público ter um relacionamento melhor com o seu site e deixe os pop-ups para um segundo plano.

 

  • Página “Sobre” difícil de achar: Os leitores gostam de saber quem está por trás de um site. Se eles não conseguirem encontrar, podem não lhe dar a confiança necessária para se tornarem clientes, inscritos ou parceiros. Não se esconda!

 

  • Não existem informações de contato: Não faz muito sentido se empenhar em construir um site incrível se as pessoas não tiverem como entrar em contato com você. Além de uma página específica para isso (bem identificada no menu), é bom colocar suas informações de contato em mais lugares, como o cabeçalho ou o rodapé.

 

  • Há anúncios demais: lotar a página de propaganda cria uma impressão muito ruim para o leitor e afeta a credibilidade do site. Também pode interferir na leitura do conteúdo e dificultar a tarefa de encontrar cada coisa na página. Se existem anúncios no cabeçalho, no meio do texto, na barra lateral e no rodapé, as seções parecem todas iguais e o usuário não sabe se localizar.

 

Coloque em prática

 

Esteja você se preparando para criar um site ou já com um, pense bem nessas dicas de usabilidade na web e veja se está no caminho certo. Não basta ser bonito, o site funcional tem que ter conteúdo. Não basta ter conteúdo, ele tem que ser fácil de acessar.

Lembre-se: se o site for complicado, se os internautas se sentirem perdidos, se a página inicial não explicar do que se trata, se não houver opções de contato e pesquisa e se o visual for poluído por propagandas e falta de consistência, você vai perder leitores. Não corra esse risco. Pense no site a partir dos olhos do usuário, afinal, o conteúdo foi feito para ele!

Já deu uma olhada no seu site depois de ler as dicas? Que pontos fortes e pontos de melhoria encontrou? Conte para os Ninjas 😉


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *